sábado, 15 de setembro de 2012

Presidente do Sinpaig disse que nomeações no Estado não são suficientes

O presidente em exercício do Sindicato dos Profissionais da Área Instrumental do Governo (Sinpaig), Eduardo Rosa do Nascimento, disse que as nomeações que o governador Silval Barbosa vem fazendo para área não são suficientes, e que é preciso nomear todos os aprovados. 
 Eduardo ressaltou que os candidatos tem procurado a Justiça para conseguir fazer com que o direito seja respeitado. 
A validade do certame vai até 2014. O concurso público estadual abriu edital em 2009 e as provas foram realizadas em 2010. Só para Técnico da Área Instrumental (Taig), a Administração Pública disponibilizou 320 vagas. Mas passados dois anos, ainda faltam ser nomeados em média 200 aprovados, segundo dados do sindicato. 
O presidente do Sinpaig disse que tem conversado com o secretário de Administração, Cesar Zílio, que argumenta que as todas as nomeações serão efetivadas assim que o Estado puder pagar os profissionais. “Estamos esperando que o governador venha nomear o restante do pessoal que falta. 
O secretário Cesar Zílio disse que assim que a máquina (governo) andar melhor vai fazer as nomeações. Enquanto isso não acontece, os aprovados buscam na Justiça as nomeações”, destacou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário